Menu


Porteiro é assassinado por traficantes do Caramujo

12 MAI 2017
12 de Maio de 2017

Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) investigam a morte do porteiro Paulo Márcio Vieira de Souza, de 33 anos. Ele foi visto pela última vez no Complexo do Caramujo, na Zona Norte de Niterói, na tarde do último dia 4.


De acordo com as investigações, Paulo Márcio, que era morador do Sapê, foi até o conjunto de favelas para tentar vender sua motocicleta Honda Twister prata. Por volta das 16h, ele falou com sua esposa por telefone avisando onde estava e combinou que a encontraria no início da noite num shopping, no Centro, mas não apareceu.


Segundo as investigações da DH, quando saía da comunidade para se encontrar com a esposa, o porteiro, que trabalhava numa creche no Caramujo e no Hospital Getúlio Vargas Filho (Getulinho), foi abordado por traficantes. Os criminosos teriam desconfiado que Paulo Márcio era informante da polícia e o teriam executado. Em seguida, os bandidos ainda teriam jogado o corpo da vítima no lixão do Morro do Céu.


Inicialmente registrado como desaparecimento, o caso já está sendo investigado como homicídio. No entanto, o corpo de Paulo Márcio ainda não foi encontrado.


As investigações da DH apontam que o assassinato teria sido ordenado pelo chefe do tráfico de drogas do Complexo do Caramujo, identificado como Igor Cristiano Santos de Freitas, o Titio Revólver, de 29 anos. Ele ainda teria participado diretamente do crime.


Contra Titio Revólver, que é oriundo do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, há quatro mandados de prisão em aberto por homicídio e tráfico de drogas. Fonte: Jornal O São Gonçalo.

Voltar


              © Copyright 2017 - Todos os direitos reservados São Gonçalo FM  (21) 3840 -1009.